Evento do Mestres do Asfalto MC, motoclube de Juiz de Fora-MG, realizado na cidade de Aiuruoca, ano 2017, na Serra da Mantiqueira em Minas Gerais.

A Revista do Motociclista preparou um roteiro ecológico no evento de Aiuruoca deste ano, visitando cidades vizinhas e a vasta diversidade natural da região, com dezenas de cachoeiras, montanhas, parque arqueológico, gastronomia e a simplicidade e receptividade do povo mineiro. Em nossa viagem, tivemos a companhia de integrantes dos Motoclubes Odisséia no Asfalto e Paladinos Sobre Rodas, ambos de Maricá-RJ. Obrigado aos irmãos pela companhia.

 

Baependi-MG

Começamos visitando a cidade de Baependi, 4 km antes de chegar a Caxambu, conhecida por ser a terra de Nhá Chica, beata do século XIX e tendo sua beatificação pelo Vaticano dia 04 de maio de 2013. Nesta formosa cidade, fomos super bem recebidos e degustamos da boa comida e cachaça mineira. Deixamos como referência para quem quiser se hospedar, o hotel Cataguá, bem no acesso a praça da cidade.

 

Carrancas-MG

Ficamos uma noite e um dia inteiro em Baependi, de onde seguimos para a pequena cidade de Carrancas-MG, passando pelo caminho mais curto e recomendado apenas para as motos BigTrails, pois são 60km de estrada sem calçamento, que percorremos por 2:30 horas. Apesar da estrada de terra, com grande parte sendo o antigo caminho do ouro “Estrada Real” não vimos nem as horas passarem pela vasta natureza e belezas da região, com muitas fazendas criadoras do cavalo Manga Larga Marchador, muito abundante na região. Em Carrancas, cidade com cerca de 4 mil habitantes e de uma beleza invejável, mais uma vez fomos recebidos com tamanho carinho pelo povo mineiro. Neste local, aproveitamos nossas refeições no aconchegante bar/pousada Recanto, com várias opções para almoço e jantar ou lanches. Em Carrancas, tivemos a oportunidade de alugar um veículo 4×4 para conhecer os picos da região, passeio que vale muito a pena e com custo bem atraente para 4 ou 5 pessoas. O aluguel, foi feito com a Poliana Turismo e eventos, onde tivemos a presença de um guia, o Marsal, e conhecemos grande parte da diversidade natural da região, incluindo chapadas, mais de 50 quedas d’água, cavernas, picos e um parque arqueológico com algumas pinturas rupestres. Nesta cidade, ficamos hospedados na Pousada Senna, com excelente acomodação e farto café da manhã com um excelente custo beneficio.

confiram abaixo algumas fotos de Carrancas-MG.

 

Cruzília-MG

No meio deste caminho, conhecemos a cidade de Cruzília, conhecida como a capital do cavalo Manga Larga Marchador, onde passamos apenas na ida para Carrancas e passamos novamente indo para Aiuruoca. Nesta cidade, almoçamos e tivemos a grata surpresa de achar uma oficina especializada em motos que prolongou nossa aventura. Tivemos um problema na relação de uma das motos e conseguimos socorro nesta cidade pelas mãos do Sr Val, dono da oficina e pai de Felipe Arantes, campeão brasileiro de motocross. Oficina muito estruturada e com profissionais de alta competência. Recomendamos a Moto Liris Preparação em Cruzília e vale a pena guardar este nome para quem transitar pelas rodovias BR-267 ou BR-265 e adjacentes.

 

 

Aiuruoca-MG

foto by Renata Souza.

Após a reparação da relação da moto, seguimos para Aiuruoca, para fazer a cobertura do 8º evento do Mestres do Asfalto. O Evento realizado nesta pequena e linda cidade, contou com a presença de dezenas de moto clubes vindos, principalmente, de Minas Gerais e Rio de Janeiro. A recepção do Mestres do Asfalto e da população local da cidade, foram extremamente confortantes, fazendo toda a irmandade se sentir em casa. Aproveitamos mais uma vez para fazer um tour pela diversidade natural da serra da mantiqueira em Aiuruoca, onde fomos até o Vale dos Garcias, distante 15km do centro da cidade, acessado por meio de estradas de terra e cascalho. Na cidade também tem a pousada Ajuru que oferece o aluguel de veículos para visitação nos locais mais difíceis. Nós seguimos de moto mesmo e foi relativamente tranquilo chegar no vale, onde tem o restaurante “Casal Garcia” que oferece algumas comidas típicas da região, como trutas e uma magnifica cerveja artesanal, chamada Dona Flora, produzida no vale do Matutu, além de ter uma cachoeira com 30mts de queda bem a frente do restaurante. A cidade conta com algumas pousadas no centro da cidade e também aluguel de quartos para estes eventos. Fomos recepcionados pela Edinéia, onde passamos duas noites com conforto, com 2 quartos disponibilizados sendo um suíte, e ainda ganhamos um belo café da manhã montado por nossa querida anfitriã.

Acesso para este roteiro saindo do Rio de Janeiro:

Nr 01: ( Aprox. 400km até Carrancas-MG ) Rod. BR 040 até Juiz de Fora-MG, entrar a direita(Lima Duarte-MG) na BR 267 indo até Aiuruoca-MG, logo após Cruzília e Baependi todas na BR 267. Para Carrancas-MG, entrar em Cruzília e seguir por 60km de estrada de terra.

Nr 02: (Aprox. 470km até Carrancas-MG) Rod. BR 040 passando por Juiz de Fora-MG até Barbacena-MG e entrar na BR 265, passando por São João Del Rei seguindo ainda na BR 265 até a entrada de Carrancas. Para as demais cidades com a opção de somente asfalto, voltar pela BR 265 até a entrada da BR 383 e seguir para Minduri e Cruzília para pegar a BR 267 (trecho de 180km aproximadamente).

Nr 03: (Aprox. 370km até Cruzília-MG) Rod. BR 116(Via Dutra) até altura de Itatiaia, entrar a direita na BR 354(Serra da Mantiqueira) passando por Itanhandu, Pouso Alto, Caxambu pegando a BR 267 para Baependi-MG, Cruzília e Aiuruoca-MG. Para Carrancas-MG, pegar Cruzília por terra.

 

 

Facebook Comments